Arquivo da tag: #FilosofiaPUC-SP2017

Primeira Jornada de Filosofia e Gênero da PUC-SP

joel peter w

Primeira Jornada de Filosofia e Gênero da PUC-SP 

12 de junho de 2017 (segunda-feira),  das 16h às 22h

Local: Sala Paulo Freire do Teatro Tuca

16h | Conferência de Abertura
Heterotopias Feministas: um novo mundo é possível?
Dra. Margareth Rago (UNICAMP-SP)

16h -17h30 | Mesa: Cartografias da Mulher
Dra. Yolanda Glória Muñoz (PUC-SP)
Dra. Viviane Bagiotto Botton (PUC-SP)

19h – 21h30 | Mesa: Gênero e os devires da filosofia
Dra. Maria Rita de Assis César (UFPR-PR)
Dra. Salma Tannus Muchail (PUC-SP)
Dra. Suely Rolnik (PUC-SP)

Imagem: “Eggs of My Amnesia” (1996), Joel-Peter Witkin

 

Etiquetado

Conferências Internacionais: Paolo Fabbri (11/4/2017) e Carlo Ginzburg (18/4/2017)

cappella_sistina

O Programa de Estudos Pós-Graduados e o curso de  Filosofia da PUC-SP, em parceria com o Istituto Italiano di Cultura di San Paolo, convida alunos e professores de nossa Universidade e de outras, bem como o público de interessados em geral, para as seguintes conferências no mês de abril: 

Paolo Fabbri

“Heréticos e terroristas no romance O nome da rosa de Umberto Eco”.

Dia 11/4/2017, às 19h, no auditório 100, na PUC-SP

Paolo Fabbri é pesquisador e professor de semiótica da arte, com vasto trânsito em filosofia, sociologia e comunicações. Muito próximo de Umberto Eco, tem ampla carreira internacional: lecionou nas universidades de Bolonha, Roma, Veneza, Milão, Paris, Califórnia, México, entre outras. Fundou e presidiu o primeiro Centro Internacional de Linguística e Semiótica. Suas publicações mais recentes são: Tática dos signos; Elogio de Babel e Fellineria: Incursão semiótica no imaginário de Federico Fellini.

Carlo Ginzburg

“Reflexões sobre um bloco de mármore: Machiavelli, Michelangelo”.

Dia 18/4/2017, às 19h, no auditório 100, na PUC-SP

Carlo Ginzburg é historiador italiano, mundialmente conhecido como pioneiro na microhistória. Lecionou nas universidades de Bolonha, Harvard, Yale e Princeton, entre outras. Desde 2006 ocupa a cadeira de história cultural europeia na Escola Normal Superior de Pisa. Publicou entre outros O queijo e os vermes; Os andarilhos do bem; História noturna e, mais recentemente, Medo, reverência, terror: quatro ensaios de iconografia política; O fio e os rastros. Recebeu o Prêmio Aby Warburg.

Etiquetado , , , ,

09/03/2017 – Aula Inaugural com Patrice Vermeren

patrice-vermeren

O Departamento de Filosofia da PUC-SP, com o apoio do Consulado Geral da França em São Paulo, convida a todos(as) para a conferência do Prof. Patrice Vermeren (Universidade de Paris 8), no dia 09/03/2017, das 19h30 às 22h, no auditório 100A do campus Monte Alegre.

A atividade será a aula inaugural do primeiro semestre de 2017 da Graduação e do Programa de Pós-Graduação em Filosofia da PUC-SP.  

Patrice Vermeren é professor do Departamento de Filosofia da Universidade de Paris 8. Foi Diretor Executivo do Centro Franco-Argentino de Altos Estudos da Universidade de Buenos Aires e membro fundador do Colégio Internacional de Filosofia. 

Etiquetado , , ,